Eventos

Date: novembro 7, 2011 Author: admin Categories: Geral

2013

MOVIMENTO PELA PAZ SEPÉ TIARAJU

O “Movimento pela paz Sepé Tiaraju”, nos dias 5 e 6 de abril promoveu palestras e discussões visando ações para valorização da educação como instrumento de desenvolvimento humano e social e para a construção de uma cultura de paz em diferentes escolas de Santa Maria, em parceria com diferentes instituições: UFSM (Centro de Educação), Ministério Público, Prefeitura Municipal de Santa Maria, 8ª Coordenadoria regional de Educação, SEEC Lar de Joaquina, IJRS (Instituto Junquiano do RS), AMERGS (Associação Médico Espírita do RS), Brahma Kumaris, Agência de Desenvolvimento de Santa Maria, Sindicato Rural de Santa Maria, Instituto de Educação e Direitos Humanos.

Dessa forma, o “Movimento pela paz Sepé Tiaraju” propõe mobilizar diversos atores sociais para que juntos desenvolvam ações com vistas ao enfrentamento da violência e da exclusão social por meio da educação e da construção de uma cultura de paz. O projeto conta com a adesão de pessoas interessadas em oferecer às comunidades escolares santa-marienses oficinas com foco na prevenção ou enfrentamento da violência e na construção de uma cultura de paz.

A E.E.E.B. Augusto Ruschi, inserida nesse projeto, realizou na manhã do dia 5 de abril, a palestra “A alma da escola e a escola da alma” com a professora, analista Junguiana e psicóloga Rosa Maria Brizola Felizardo contando com a participação de professores e funcionários, que além de ouvir a professora Rosa puderam também compartilhar experiências. A psicóloga Rosa Maria iniciou sua fala dizendo que “A alma da escola tem seu cheiro, seu gosto, suas cores, movimentos e ruídos próprios e peculiares”.

Após o depoimento de algumas professoras sobre as falas de seus alunos, que procuram chamar a atenção com momentos de agressividade, mas que na verdade precisam ser ouvidos, confiam nos adultos – professoras – que convivem com eles, sentem-se seguros para contar problemas familiares que os incomodam, a palestrante prosseguiu trazendo algumas questões pertinentes as nossas inquietações enquanto educadores:
- Terá a infância desaparecido, e a escola se tornado um precário depósito de seres irrecuperáveis?
- Teremos nós perdido o contato com nossa sensibilidade para vermos além do que nos vende a fala coletiva, com seu discurso negativista?
- Estaremos nós, adultos, projetando nas crianças e na escola a nossa descrença e frustração com a sociedade que estamos, inconscientemente, construindo?

Durante a manhã a professora e psicóloga Rosa apresentou alguns depoimentos de sua trajetória profissional e também experiências vivenciadas enquanto mãe de adolescente que reafirma a importância da educação como responsabilidade dos pais, adultos que precisam ensinar aos filhos valores, o que é certo e errado, não deixando somente a escola e sociedade esse papel, pois segundo ela o adolescente de hoje e de antigamente é o mesmo, o que temos são novidades, tecnologias, liberdades que não tinham antigamente.

A palestrante utilizou em sua fala alguns autores que tratam da temática, entre eles: Rubem Alves, Mia Couto, Edgar Morin, Madalena Freire, Roberto Gambini, Paul Taylor.

Segundo a professora Rosa, a Psicologia Junguiana oferece uma possibilidade de entendimento do fato de que “a escola poderia estar vivenciando uma perda da alma, bem como os indivíduos e a sociedade estariam desprovidos de sentido e de entusiasmo da criação (…) o conhecimento oferecido por essa escola, ultrapassa o saber acadêmico na medida em que propõe a educação do sensível, do invisível”.

Pensando numa escola voltada para a paz, para o convívio amistoso retomamos o chamado de Sepé Tiaraju de EDUCAR PARA A PAZ e os quatro compromissos da Filosofia Tolteca (grupo indígena da nossa região):
- 1º Seja impecável com a sua palavra!
- 2º Não julgue!
- 3º Não leve nada para o lado pessoal!
- 4º Dê sempre, o melhor de si!

Como culminância do trabalho em nossa escola, o grupo confeccionou um colar, que é o símbolo do nosso comprometimento com o chamado para assumir o compromisso com a educação, a paz e a construção de uma sociedade mais fraterna. Esse colar foi levado ao encontro à tarde na UFSM e juntado aos demais colares das outras 27 escolas que também estavam reunidas discutindo a cultura da paz nos ambientes escolares.

Alessandra Venturini
Professora 2º ano – CAT
Coordenadora pedagógica
Texto elaborado a partir da apresentação da Professora Rosa e do folder do evento

2012

PRESENÇA DA ESCOLINHA DE TRÂNSITO DO 2º BATALHÃO RODOVIÁRIO DA BRIGADA MILITAR NA E.E.E.B. AUGUSTO RUSCHI

Na manhã do dia 29 de novembro esteve na E.E.E.B. Augusto Ruschi a Escolinha de Trânsito do 2º Batalhão Rodoviário da Brigada Militar para realizar um trabalho de educação para o trânsito com os alunos dos Anos Iniciais.

Foi uma manhã de muito aprendizado, já que os alunos puderam aprender na prática como se comportar em diversas situações no trânsito, com simulação de rodovias, semáforos e faixas de pedestres, em que os alunos usando bicicletas puderam aprender junto com os coordenadores da Escolinha de Trânsito.

Está previsto para o ano de 2013 a presença da Escolinha de Trânsito, tendo em vista que nem todas as turmas puderam participar devido ao tempo.

Prof. Alessandra
T.24

Alunos da E.M.E.F. Santos Reis de Agudo apresentam peça teatral “A Revolta do Lixo” para alunos dos Anos Iniciais da E.E.E.B. Augusto Ruschi

Na manhã da última sexta-feira, dia 23 de novembro, os alunos dos primeiros, segundos, terceiros e quartos anos puderam assistir uma belíssima apresentação teatral vinda do município de Agudo. A apresentação foi possível, pois o diretor da E.E.E.B. Augusto Ruschi Danclar Rossato aceitou a ideia de trazer os alunos da E.M.E.F. Santos Reis e disponibilizou o pagamento de um ônibus, já que esse era o único custo. A escola de Agudo trouxe os alunos do teatro e do coral para apresentar a peça teatral “A Revolta do lixo”, com o cenário e o figurino dos personagens muito bem elaborado. Foram realizadas duas sessões, uma para os alunos do 1º e 2º anos e uma para os do 3º e 4º ano.

O assunto da peça teatral veio ao encontro da importância que a temática Meio Ambiente tem para a escola, que nesse ano inclusive estará trazendo os enfeites de Natal com garrafas pet e outros materiais recicláveis, procurando sempre incentivar os alunos para a importância da reciclagem do lixo e preservação das árvores e flores que embelezam a escola.

Todos da escola agradecem a participação dos alunos e professores da escola Santos Reis e por terem aceito o convite para se apresentarem em outro município.

NOTURNO: VISITA COM ARTE E TRADIÇÂO! DTQD!

O Departamento Tradicionalista Querência das Dores, com o seu grupo de Danças Tradicionais Adulto promoveu mais uma edição do Seminário de Aprimoramento Tradicionalista (SAT) que tem como objetivo valorizar os usos e costumes do gaúcho através das manifestações culturais e perpetuação dos valores de solidariedade e responsabilidade social.

Assim, com apresentações de danças tradicionais gaúchas e chula, além de doação de materiais de higiene e limpeza, o DT Querência das Dores encheu de alegria a noite de 26 de junho de 2012, na área coberta da Escola, contando a participação de integrantes dos grupos de Danças Tradicionais Adulto e Veterano da Entidade. Os donativos foram recolhidos em campanha organizada na própria Entidade Tradicionalista e comunidade do bairro Dores.

HOMENAGEM ÀS MÃES

Com muito carinho, os alunos da turma 53 (5º ano) convidaram suas mães para estarem na sala da turma, em 10 de maio de 2012, e participarem de uma singela homenagem pelo seu dia. Aconteceram apresentação de poema, canto da música “Pra Você” da Paula Fernandes e uma rodada de perguntas direcionadas às mães. Depoimentos interessantes e emocionantes surgiram na ocasião, bem como, no encerramento, os alunos entregaram um mimo confeccionado por eles (cartão com foto).

Sarau Literário – Edição 2012 – 5° Anos

Aconteceu, no Salão de Atos da Escola, o Sarau Literário com o objetivo de incentivar a leitura infantil e a produção textual dos estudantes. Durante duas semanas, anterior ao evento, as cinco turmas de quintos anos leram, cada turma, uma obra do autor convidado, senhor Auri Antônio Sudati e elencaram perguntas que geraram rico debate entre estudantes e autor, assim como apresentações de cartazes, teatro, declamação e jogral a partir das suas obras e em homenagem ao seu trabalho. A atividade previu a execução da Feira do Livro de Santa Maria – 2012 que traz como tema “Que sentidos a leitura te desperta?”. As turmas envolvidas ganharam inspiração para a produção de seu próprio livro.

Pesquisa Sócioantropológica

“A Escola visita você”
Professores realizando a Pesquisa Socioantropológica, com a comunidade escolar, no final do mês de dezembro de 2011.

Início Ano Letivo

Primeiro encontro da Semana de Formação dos professores e funcionários de nossa escola

A recepção de todos ocorreu no Salão de Eventos da escola, no entanto, antes, passaram pelo “Túnel da Renovação”, com fundo musical relacionado a elementos da natureza.

Logo na entrada do Salão Nobre da Escola, havia uma fonte de água e uma vasilha. Ao entrar, uma professora ia derramando água com perfume e pétalas de rosas nas mãos dos outros colegas.

Palavras foram escritas por alguns participantes da Semana de Formação para representar a renovação para o ano letivo de 2012.

Professores dos turnos manhã, tarde e noite realizando planejamentos de aulas de acordo com suas áreas de estudo.

Equipe diretiva da Escola e professores, turno manhã, recepcionando os alunos e pais no primeiro dia de aula.

Dia Internacional da Mulher

Professoras e funcionárias recebem homenagem do diretor e demais professores da escola.

Atividades comemorativas aos 25 anos

Celebração

Rústica

“Rustiquinha”

Em breve.

Inauguração da “Sala da Paz”

Jantar Baile – 25 Anos

Em breve.